Com parceria da FNEL, Rede Cartório Mais passa a emitir carteiras de estudantes internacionais em todas suas franquias

31 de outubro de 2016 às 19:52

Franqueados vão poder aumentar serviços e atingir um novo público ao oferecer no portfólio a emissão das CIE’S

screenshot_3

screenshot_14

 

 

 

 

 

 
A vida escolar, seja no ensino fundamental, até à faculdade, do ponto de vista financeiro, não é nada fácil. Os gastos são muitos: com locomoção, livros, materiais escolares, cursos de formação, etc e etc. Por isso, sobra pouca – ou nenhuma – verba para os momentos de lazer.
Pensando em ampliar seu rol de atendimento e ajudar a dar mais acesso à cultura e diversão aos alunos de todos os níveis escolares (incluindo cursos técnicos e demais atividades regulamentadas pelo MEC), que a Cartório Mais, através da parceria com Federação Nacional dos Estudantes Livres (FNEL), vai emitir em suas franquias a Carteira de Identidade Estudantil (CIE’S)
O benefício concede aos estudantes a possibilidade de pagar meia-entrada em eventos esportivos, shows, teatros, cinemas de todo Brasil e até do exterior. E, com exceção de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, a CIE’S fornece até passe livre no transporte coletivo.
Todas as vantagens chegam aos estudantes de forma segura, pois, a FNEL, por definição da Lei da Meia Entrada e por atendimento consolidado do Supremo Tribunal Federal, possui legitimidade para emissão das CIE’S.
Nas franquias da rede, que estão espalhadas por todos os cantos do País, as CIE’S os estudantes vão poder aderir o documento na hora. Já em outras entidades o procedimento demora mais, pois os estudantes fazem o pedido pela internet, assim a entrega depende dos prazos dos Correios.
“Nosso portfólio está ficando cada dia mais completo. Já tínhamos serviços para diversos tipos de profissionais, como advogados, contadores, imobiliárias pessoas físicas e jurídicas. E agora, com esta parceria com FNEL, contemplamos também os estudantes. Assim, a Cartório Mais consolida sua posição como empresa líder no seguimento, oferecendo mais um serviço de grande procura”, argumenta o diretor da rede Cartório Mais, Marcus Naves.